Tecnologias a favor da indústria do leite

Mundialmente reconhecida pelo bom desempenho na produção de lácteos, a Nova Zelândia foi destaque na edição de junho (2017) da revista Globo Rural. A equipe de reportagem esteve em Osorno, Chile, para conhecer de perto as iniciativas que contribuem para o expressivo volume de exportações neozelandesas do setor (mais de 90% dos alimentos produzidos).

Criação do gado em pastagens em vez de confinamento, cuidados para garantia da qualidade do pasto, alta conversão de alimento em leite e partos sazonais foram mencionados na matéria como algumas das diretrizes adotadas pela Nova Zelândia para ganho de eficiência no campo.

Além das boas práticas orientadas para uma excepcional produção interna, o empenho neozelandês para exportar tecnologia também chamou a atenção. Na condição de país insular, a Nova Zelândia desenvolveu um apurado senso de inovação e praticidade para lidar com os desafios impostos por seu isolamento geográfico. Como resultado, inúmeras soluções foram desenvolvidas nos mais diversos setores produtivos, em especial o de agronegócios. Neste momento, empresas neozelandesas que ajudaram a impulsionar o mercado local têm se especializado na exportação de tecnologias que contribuam para o aumento da eficiência de produtores em outras regiões, como na América Latina, contemplando, inclusive, produtores rurais brasileiros. 

 

Voltar ao início