Tecnologia neozelandesa para para o agronegócio brasileiro

Novembro de 2017 – Melhores práticas em genética aplicada à produção de leite a pasto serão apresentadas no dia 11 de novembro, às 11h, em Torixoréu, no sudoeste mato-grossense. A palestra acontece no evento realizado pelo Sebrae - MT, que convida pequenos e médios produtores para conhecer medidas que poderão contribuir para o aumento da eficiência e aumentar a lucratividade das propriedades com atividade leiteira na região com a utilização de sêmen de touros especializados na produção de leite à pasto.

"A produção láctea costuma ser uma das principais fontes de renda em pequenas fazendas. Essas propriedades exigem maior margem de lucro e a cultura neozelandesa, onde as vacas são criadas basicamente à pasto, proporciona exatamente este ganho de margem que os pequenos e médios produtores locais procuram", comenta Daniel Brum, representante da LICNZBrasil, empresa que comercializa sêmens bovinos da Nova Zelândia para o Brasil.

Líder em exportação de produtos lácteos, a Nova Zelândia tem na eficiência de seu rebanho um dos maiores responsáveis pelo seu sucesso produtivo. Ricas na produção de sólidos no leite, as vacas neozelandesas possuem características genéticas privilegiadas. Seu porte menor facilita a sua locomoção pela pastagem e baixo custo de manutenção. A longevidade desses animais também chama a atenção quando comparada com outros rebanhos no mundo, bem como sua eficiência reprodutiva. Fundamental para que os animais obtenham picos mais picos de lactação ao longo da vida produtiva, as vacas neozelandesas têm mais facilidade para emprenhar – em média, isso ocorre aos 70 dias depois da parição, enquanto uma vaca americana, por exemplo, costuma emprenhar depois de cinco meses de paridas.

As características genéticas reunidas no sêmen bovino comercializado no Brasil pela LICNZBrasil incluem maior produção de sólidos (mais proteínas), maior fertilidade, maior longevidade e maior lucro para os produtores. As linhagens oferecidas são: Holandês, Jersey e Kiwicross ou Jersolando (resultado do cruzamento do Holandês com Jersey).

 

Genética da Nova Zelândia: opção em sistema de produção de leite à pasto

Data: 11/11/2017

Horário: 11h

A taxa de inscrição é de R$ 20. Mais informações e inscrições pelo telefone 0880 570 0800 ou pelo site www.mt.sebrae.com.br

 

Sobre a LIC

A LIC é uma empresa de comercialização de sêmen bovino que oferece ao mercado brasileiro a melhor genética da Nova Zelândia para o Brasil. A LIC é a principal empresa de melhoramento genético da NZ. Atua como cooperativa de produtores com mais de 70% do mercado de sêmen bovino leiteiro. Três em cada quatro vacas leiteiras da Nova Zelândia são inseminadas com os touros da bateria da LIC. No Brasil, os produtos são comercializados exclusivamente pela Gensur.

Voltar ao início