Nova Zelândia faz parceria com Museu do Meio Ambiente

No dia 7 de setembro, data da abertura oficial dos Jogos Paralímpicos Rio 2016, a ministra da Nova Zelândia para Assuntos Relacionados à Pessoa com Deficiência, Nicky Wagner, fez uma visita matinal ao Jardim Botânico do Rio de Janeiro para inaugurar, junto ao Presidente do Jardim Botânico e ao Diretor do Museu do Meio Ambiente, uma sala de educação ambiental acessível e interativa, planejada com apoio do país kiwi.

A nova sala compõe um espaço cênico, lúdico e criativo, e é ambientada por equipamentos modernos e jogos colaborativos. Ela oferecerá aos visitantes do museu atividades interativas, de temas de Educação e Meio Ambiente. Durante a visita, a ministra conheceu o Jardim Botânico e as opções de acessibilidade ali disponíveis, incluindo a nova trilha acessível da Mata Atlântica, acompanhada da embaixadora da Nova Zelândia no Brasil, Caroline Bilkey, e lideranças do Comitê Paraolímpico do país.

Na Nova Zelândia, onde um em cada quatro habitantes possui algum tipo de deficiência, a ministra tem liderado um plano estratégico de inclusão em prol da integração destas pessoas à sociedade, principalmente no mercado de trabalho. Nas Paralimpíadas Rio 2016 o país participou com 31 atletas em cinco modalidades - atletismo, canoagem, ciclismo, natação e tiro esportivo - conquistando 21 medalhas.

 

 

Voltar ao início