Comitê olímpico da Nova Zelândia firma parceria esportiva com Mangueira

  • nz e mangueira_rio 2016_2

    Iniciativa é apoiada pela Embaixada da Nova Zelândia no Brasil e prevê a troca de experiência entre os atletas olímpicos da Nova Zelândia e jovens da Vila Olímpica da Mangueira; projeto é liderado pelo medalhista de ouro Rob Waddell

    Leia mais

Com o intuito de promover uma troca de experiências entre atletas neozelandeses e os jovens que frequentam a Vila Olímpica da Mangueira durante as Olimpíadas Rio 2016, a embaixadora da Nova Zelândia no Brasil, Caroline Bilkey, e o presidente do GRES Primeira de Mangueira, Chiquinho da Mangueira, assinaram uma parceria inédita em prol do esporte.

Idealizado por Rob Waddell, chefe da delegação olímpica neozelandesa e medalhista de ouro no remo (Sidney 2000), o acordo prevê dez encontros ao longo dos Jogos, nos quais os atletas neozelandeses farão sessões de treinamento de diversas modalidades junto aos jovens, além de compartilhar histórias olímpicas e apresentar esportes populares na Nova Zelândia, como o rúgbi.

nz e mangueira_rio 2016_3

Os jovens atletas da Mangueira vão compartilhar sua cultura e ensinar passos de capoeira aos neozelandeses, dentre outras atividades. Equipamentos de treinamento esportivo e indumentária para prática de esporte serão doados pelo Comitê Olímpico da Nova Zelândia à Vila Olímpica da Mangueira.

“Nós queremos que nossos atletas interajam com a comunidade e, por meio do esporte, tragam reais benefícios para a vida dos jovens daqui”, afirmou Rob Waddell. “O objetivo é difundir o espírito olímpico e deixar um legado positivo para os jovens do Rio de Janeiro”, completa.

Além das atividades esportivas, a cooperação entre o Comitê Olímpico da Nova Zelândia e a Vila Olímpica da Mangueira compreende o envolvimento de outros profissionais da delegação neozelandesa, como médicos, nutricionistas e fisioterapeutas. Em parceria com a Zespri, empresa neozelandesa que produz e distribui kiwi, as crianças e jovens do projeto receberão dicas de uma alimentação balanceada, ressaltando a importância das frutas, além de um lanche reforçado para repor as energias.

Voltar ao início